quinta-feira, 3 de dezembro de 2009


Isso não é deprimente,afinal, o poço já não é tão desconfortavel assim. Com o tempo você se acostuma com o ambiente.

Só espero que a vida se encarregue de pousar tranqüilidade em minhas mãos e que o futuro me prepare um bom sono de vitória porque meus olhos estão cansados de tanta sonolencia emocional.
Hiperatividade do coração.
Hiperatividade das emoções.
Intensamente tediante, preciso perder o fôlego.
Sobreviver não é viver, infelizmente. 

Que o meu coração se enforque no chuveiro.
E que a minha razão se jogue de cabeça.

0 comentários:

Postar um comentário